segunda-feira, 5 de julho de 2010

Eternal Sunshine of the Spotless Mind

Com um dos títulos cinematográficos mais improváveis, Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004), do francês Michel Gondry, é um filme como poucos: autêntico e instigante, incrivelmente memorável. Com um roteiro característico como um verdadeiro emaranhado de criatividade não-linear, de Charlie Kaufman, Joel (Jim Carrey) vive um dia comum na estação de Montauk, mas que se distingue pela presença da intensa Clementine (Kate Winslet). Num misto desorientado, com cenas que beiram ações comuns entre casais de apaixonados, Joel descobre que sua amada resolve apagá-lo de sua memória através dos serviços da Lacuna Inc., pois ela, em algum momento, deixa de reconhecê-lo e isso, ocasionalmente, causa certo estranhamento por parte de Joel. Num ato impensável e vingativo, ele procura a mesma empresa para executar o mesmo procedimento, um tanto que esquisito e cheio de sinestesia. Os sentidos são irritantemente instigados... Todos os resquícios de Clementine são deletados enquanto ele, ainda consegue perceber as boas lembranças vividas com Clementine, o que o faz mudar de ideia no decorrer do procedimento. A aparente confusão melancólica misturada com um teor existencialista mexe com os sentidos, parece que nada possui nexo, diferente do seu fabuloso desfecho. A relação entre Joel e Clementine não tem fim nem começo.
O título do filme vem de uma estrofe do poema "Eloisa to Abelard", de Alexander Pope, de uma parte em que Eloisa lamenta o trágico final de seu romance. Ela diz que um amante tem de fazer diversas coisas, como amar, odiar, arrepender-se, até dissimular, mas nunca esquecer-se. E é isso que o filme prova - que a memória dolorosa de qualquer experiência ainda é melhor do que nunca ter experimentado.




“Feliz é o destino da inocente vestal, esquecendo o mundo e sendo por ele esquecida: brilho eterno de uma mente sem lembranças!” (Alexander Pope)





Soundtrack List

1.Theme - Jon Brion
2. Mr. Blue Sky - Electric Light Orchestra
3. Collecting Things - Jon Brion
4. Light & Day - The Polyphonic Spree
5. Bookstore- Jon Brion
6. It's the Sun - The Polyphonic Spree
7. Wada Na Tod - Lata Mangeshkar
8. Showtime - Jon Brion
9. Everybody's Got to Learn Sometime - Beck
10. Sidewalk Flight - Jon Brion
11. Some Kinda Shuffle - Don Nelson
12. Howard Makes It All Go Away - Jon Brion
13. Something - The Willowz
14. Postcard - Jon Brion
15. I Wonder - The Willowz
16. Peer Pressure - Jon Brion
17. A Dream Upon Waking - Jon Brion
18. Strings That Tie to You - Jon Brion
19. Phone Call - Jon Brion
20. Nola's Bounce - Don Nelson
21. Down The Drain - Jon Brion
22. Row - Jon Brion
23. Drive In - Jon Brion
24. Main Title - Jon Brion
25. Spotless Mind - Jon Brion
26. Elephant Parade - Jon Brion

5 comentários:

  1. eu simplesmente amo esse filme! a trilha é bela...

    ResponderExcluir
  2. Filme perfeito, Lalá... tb adooro

    ResponderExcluir
  3. Simplismente um dos melhores filmes que eu já assiti e com uma trilha sonora belíssima!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Mirelle!
    Parabéns pelo seu site... excelente iniciativa... o que tá faltando é me organizar para poder me dedicar mais a esse tema top....me indica um filme, talvez eu ainda não tenha visto...bjssss meu amor...

    ResponderExcluir
  5. Ro, obrigada pela atenção! Como você viu, o blog está recheado de opções de filmes, nem sempre são famosos, mas dedico esse espaço às obras que para mim são verdadeiramente especiais por, em algum momento da minha vida, poderem expressar meu estado de espírito ou até mesmo uma maneira de enxergar o mundo que eu, de certa forma, admiro. Escrever sobre cinema é uma paixão sem igual, espero um dia poder tornar isso mais que um simples hobbie. Seja sempre bem vinda, se quiser dar sugestões também, será ótimo! Beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...